O maior destinos ecoturísticos do País, Bonito MS  reserva um sem-fim de atividades ao ar livre – e alguns eventos culturais

Um lugar para contemplar a natureza. É assim que se resume Bonito, em Mato Grosso do Sul, uma das cidades que carregam o título de capital do ecoturismo. E que, assim como outras, depende de uma estrada de terra para receber seus turistas.

Nada que cause um trauma. Localizada na Serra da Bodoquena, Bonito tem cerca de 19 mil habitantes. Em suas antigas fazendas, foram descobertas nascentes de rios cristalinos e muitas cavernas. Isso tornou a cidade um pólo de ecoturismo e, consequentemente, um destino visitado por pessoas de todos os cantos do planeta.

Preços tabelados

Aos turistas que gostam de fazer viagens independentes, vale um aviso. Não pense que é só chegar na cidade e fazer os passeios por conta própria. O número de visitantes, em qualquer um dos tours, é controlado. E o valor é tabelado. O negócio é fazer as reservas com antecedência. Todos os passeios são acompanhado por guias, que precisam ser credenciados pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Tudo para proteger e preservar o ecossistema. Um exemplo que vem ganhando adeptos.

As opções em Bonito são bem variadas e com toques de aventura. No roteiro não podem faltar visitas ao Aquário Natural e à Gruta Azul, além dos passeios das atividades nos Rios da Prata e Sucuri e uma incursão ao misterioso Abismo Anhumas, com paisagens deslumbrantes.

Bonito não pára

Reserve um dia para rodar pela cidade e descobrir suas peculiaridades e um pouco da história de sua gente. Se quiser conhecer de perto a diversão dos nativos, vá dançar carapé no Clube do Laço. É lá que eles se divertem ao som de música sertaneja.

E mais: até sábado, Bonito será palco de diversas manifestações culturais no 6° Festival de Inverno.

Em novembro, o evento da vez será o Festival da Guavira, em homenagem à fruta nativa. “É uma forma de trazer o povo da periferia para o centro”, diz o organizador Antonio Carlos Egles, dono do Restaurante Tapera.

E um detalhe imp0rtante: leve dinheiro em espécie, pois em Bonito não há caixa 24 horas (só um posto do Bradesco e um do Banco do Brasil). Além disso, muitos estabelecimentos comerciais não aceitam cartão de crédito. Mas nem é preciso muito para viver dias inesquecíveis nesse santuário ecológico.

Gostou do nosso conteúdo, não perca tempo e entre em contato com os nossos agentes para um orçamento sem compromisso!

Compartilhe

Deixe uma resposta