Demandas do turismo são tema de oficina em Bonito

O Sebrae MS realizou nesta terça-feira (6) uma oficina para representantes de atrativos turísticos com objetivo de ouvir as demandas do setor para nortear suas ações futuras.

A oficina foi feita pela consultora Ana, da Bionúcleo Consultoria, que a dividiu sobre três eixos temáticos: Inovação, Gestão de Pessoas e Marketing. Na ocasião, os representantes dos empreendimentos Balneário do Sol, Balneário Ilha Bonita, Grutas de São Miguel, Rio Sucuri, Bonito Convention & Visitors Bureau e Grupo Rio da Prata puderam expor por meio de cartazes lúdicos seus desafios no meio e possíveis soluções para os obstáculos enfrentados por todos.

A ação contou com apoio da Associação dos Atrativos Turísticos de Bonito e Região (ATRATUR) e da Associação Comercial e Empresarial de Bonito (ACEB).

Fonte: Bonito Notícias

 

Novo mapa turístico será distribuído em Bonito

Muitos se perguntam como escolher os melhores atrativos na região de Bonito MS. Por isso, no mês de outubro, se iniciará a distribuição gratuita de mapas turísticos com informações sobre roteiros e principais serviços oferecidos no município. A previsão é que cerca de 20 mil exemplares sejam disponibilizados para os visitantes que passarem pela cidade de Bonito MS.

 

Campanha “Adote Um Ninho” tem sua 2ª edição

Com o objetivo de dar continuidade ao desenvolvimento das pesquisas e ações de proteção e conservação da arara azul na natureza, o Instituto Arara Azul lança a 2ª Campanha “Adote um Ninho” com uma grande ação coletiva de doações na internet para subsidiar estudos e monitoramento de ninhos no Pantanal. A Organização é reconhecida internacionalmente pelos 25 anos de trabalho do Projeto Arara Azul, liderado pela Dra. Neiva Guedes, professora, pesquisadora da Universidade Uniderp e Presidente do Instituto Arara Azul.

A Campanha Adote um Ninho também está na internet. O Instituto Arara Azul apresenta sua ação na plataforma Kickante, a mais utilizada pelas ONGs do Brasil para arrecadação de fundos. Clicando aqui é possível conferir várias categorias de contribuição para a preservação da espécie.

Fonte: Bonito Informa